Direita e esquerda, origem e fim – Olavo de Carvalho